Eixo temático I – Programação

DISCURSO, INTERPRETAÇÃO, MATERIALIDADE
Coordenação: Suzy Lagazzi (UNICAMP)

Como ler o Brasil hoje? Esta pergunta nos convoca e nos provoca especialmente na relação entre discurso, interpretação e materialidade. Diferentes modos de ler são decorrentes de diferentes dispositivos de leitura, em diferentes posições como leitor, com diferentes suportes materiais e modos de formular, que vão nos dando a dimensão da densidade da interpretação frente às determinações históricas que nos mobilizam. Focar os muitos e diferentes modos de se dizer, ver, escutar, narrar, ilustrar, desenhar… o Brasil hoje, localizando a interpretação em sua especificidade material, nos leva a perguntar pelas tantas leituras ainda possíveis para nosso país. Precisamos de leituras agudas, que possam nos movimentar em políticas sensíveis e nos deem fôlego em meio ao esfacelamento das condições que deveriam estruturar o relacionar-se em sociedade. Queremos dar visibilidade a um Brasil que seja socialmente consequente, com uma posição que busca a delicadeza ao olhar para o outro em suas necessidades e desejos. Trazemos, na edição do Sedisc 2020, diferentes olhares que nos apresentam, em materialidades diversas, leituras possíveis deste Brasil tão ávido por outros sentidos. A ilustração, o desenho, o traço, a pintura, a cor, a imagem, a palavra, o som, a musicalidade, o gesto, a cena, a luminosidade, o silêncio, o movimento… terão destaque em nossa Mesa, Simpósio e pôsteres para ler o Brasil hoje. Sejam bem-vindxs!

Programação do Eixo Temático:

TRABALHOS DO SIMPÓSIO
Coordenação: Guilherme Adorno e Renata Marcelle Lara
15/10 – 17h

A mão mutilada de Lula: do sintoma do discurso anticorrupção ao fetiche do discurso antiesquerdista
Luís Fernando Bulhões Figueira

Carnaval, leituras e sentidos: a representação do Brasil nos desfiles das escolas de samba em 2016 e 2019
Rodrigo Pereira da Silva Rosa

Cidade entre-rios, cidade entre-pontes: dos deslocamentos imagéticos de/sobre Teresina no acontecimento imagem de cidade
José Mágno de Sousa Vieira

Os dêiticos na relação com o espaço urbano: fronteiras, discurso e memória
Mirielly Ferraça

Posfácio às imagens do inconsciente.  Nise da Silveira e “os mil modos de lutar pela sua época”
Santiago Bretanha

“Tenho nojo de acarajé” – Quando o racismo é travestido de gosto
Carla Maicá Silva
Roberta Rosa Portugal

Suplentes:
1º Suplente:
Materialidades e luta pelos sentidos da palavra “fascista”
Valdemir de Souza Vicente

2º Suplente:
Corpos vencidos, corpos vencedores: uma análise de fotografias de mulheres em situação de combate ao câncer
Patricia Cintra Vansconcelos Rossini
Cristinne Leus Tomé

TRABALHOS DA SESSÃO DE PÔSTER:
Coordenação: Mirielly Ferraça e Olimpia Maluf Souza
Exibição em sala virtual durante todo o evento

O ethos sombrio do objeto editorial “Barbazul”, de Anabella López: um estudo discursivo-midiológico de sua formalização material
José Victor Rodrigues de Andrade Messias

O funcionamento da AD pecheuxtiana em trabalhos científicos nas ciências humanas e sociais
Fidah Mohamad Harb

O corpo ausente-presente nas relações afetivas contemporâneas
Paula Regina Back
Joyce Aparecida Calvo Zolin
Viviane Regina Ambrósio


Dicionário compartilhado: uma nova percepção sobre Silveira Martins – RS
Ana Carolina Bovolini Felin
Thais costa da silva
Gabriel Almeida Pissinin             

Teologia da libertação e Movimento dos Sem- Terra: gestos de interpretação a partir da materialidade discursiva hino do MST
Alessandra Stefanello  

Efeitos e produção de sentido no discurso da folha de S. Paulo: aposentadoria no contexto da PEC00619
Maria Lima De Santana

Discurso e Resistência: uma análise discursiva do material didático do MEB
Francisco Tenório da Silva

A construção discursiva da personagem Joana em “O Caso Morel”

Jordana Vieira dos Santos Gomes          

Uma leitura discursiva de O Prisioneiro da Grade de Ferro e O Cárcere e a Rua
Andressa Brenner Fernandes

“Vamo ficar vivo! Por que olhar pra trás?”:  silêncio, morte e memória da ditadura à pandemia
Deborah Pereira
Fernando Ferreira da Silva Ananias

Analise do Discurso: questões étnico-raciais e interdiscurso em livros do Plano Nacional do Livro Didático
Izabela Do Nascimento Bernardo           

Efeitos de memória e de resistência: uma leitura de “Piedade”
Fernanda Correa Silveira Galli
Joao Victor Da Silva Carvalho

O efeito de sentido presente na literatura de cordel sobre milagres no interior da Bahia
Carla Eliana da Silva Tanan

O crime e a (des)uniformização policial
Aretuza Pereira Dos Santos

Mafalda Veríssimo: (des)construção do imaginário feminino
Katielli Antunes


%d blogueiros gostam disto: