V SEDISC apresenta o primeiro simpósio do eixo temático I: Discurso, Interpretação e Materialidade

No dia do professor, seis pesquisadores abriram as apresentações do Seminário Discurso, Cultura e Mídia (SEDISC).

Texto: Bianca Queda (PPGCL-UNISUL) 
Revisão: Paulo Henrique Santhias (PPGCL-UNISUL)

Nesta quinta-feira (15), dia do professor, ocorreu o primeiro simpósio do V Seminário Discurso, Cultura e Mídia (SEDISC). O eixo temático I: Discurso, Interpretação e Materialidade; contou com a apresentação de seis trabalhos, de temas: a mão mutilada de Lula, carnaval, espaço urbano, clínica psiquiátrica e acarajé. A coordenação ficou por conta de Guilherme Adorno e Renata Lara.

No primeiro trabalho apresentado, “A mão mutilada de Lula: do sintoma do discurso anticorrupção ao fetiche do discurso antiesquerdista”, o autor, Luís Fernando Bulhões Figueira, trouxe imagens do ex-presidente Lula para a análise. Nelas foram observadas como são dados os sentidos em diferentes situações para a mão mutilada do ex-presidente, sob o aspecto de reforço de sentidos de uma esquerda corrupta.

Macintosh HD:Users:biancaquedacosta:Desktop:Captura de Tela 2020-10-15 às 17.11.16.png

Na sequência, Rodrigo Pereira da Silva Rosa apresentou sua pesquisa “Carnaval,
leituras e sentidos: a representação do Brasil nos desfiles das escolas de samba em 2016 e 2019”, com uma análise do carnaval sobre a perspectiva discursiva.
O trabalho apresenta os efeitos de sentidos de dois desfiles: “O Brasil de la Mancha”, da Mocidade Independente de Padre Miguel, em 2016; e “História para ninar gente grande”, da Estação Primeira de Mangueira, em 2019. Rodrigo investigou as diferenças na memória alegórica e na memória oficial, mostrando como o carnaval materializa o político e tece a memória do País.
A terceira apresentação foi do pesquisador José Mágno de Sousa Vieira, que trouxe para a discussão o seu objeto de investigação de tese: a imagem da cidade de Teresina- PI a partir de cartões postais, no trabalho intitulado “Cidade entre-rios, cidade entre-pontes: dos deslocamentos imagéticos de/sobre Teresina no acontecimento imagem de cidade”. José analisou duas construções do espaço urbano de Teresina: a ponte metálica, sob o Rio Parnaíba, e a ponte estaiada, sob o Rio Poti, pensando como ambas materializam a cidade de Teresina.
Mirielly Ferraça também apresentou sua pesquisa com o olhar voltado para o espaço
urbano, com o trabalho “Os dêiticos na relação com o espaço urbano: fronteiras, discurso e memória”, que evidencia a imposição do estado sobre esses espaços, determinando aquilo que pertence ou não à cidade. Os dêiticos não seriam apenas elementos linguísticos referenciais, mas indicam e delimitam essas fronteiras, de modo a convocar sentidos pelo encontro da língua com a história.
O trabalho “Posfácio às imagens do inconsciente. Nise da Silveira e os mil modos de
lutar pela sua época”, apresentado por Santiago Bretanha, expôs duas películas: Imagens do Consciente e Posfácio. Bretanha analisou a construção imaginária da prática clínica (des)locada na película Posfácio, pela metalinguagem, mobilizando a noção de lapso, “uma fratura que rompe na linearidade do dizer”, afirma o pesquisador.

Macintosh HD:Users:biancaquedacosta:Desktop:Captura de Tela 2020-10-15 às 17.28.36.png

Por fim, Carla Maicá Silva apresentou o trabalho realizado em coautoria com Roberta Rosa sobre a memória discursiva do racismo no Brasil, em “Tenho nojo de acarajé: quando o racismo é travestido de gosto”. A produção trouxe enunciados que produzem sentidos da comida baiana como suja. O acarajé é apresentando em sua materialidade significante, evidenciando como o racismo é dito e perpetuado em tantas formas no Brasil, travestido de gosto.

Macintosh HD:Users:biancaquedacosta:Desktop:Captura de Tela 2020-10-15 às 18.02.50.png

Finalizada a apresentação dos trabalhos, os coordenadores Guilherme Adorno e Renata Lara abriram espaço para que os pesquisadores pudessem retomar as principais ideias apresentadas e responder às perguntas formuladas pelos seminaristas do V SEDISC.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: