Eixo temático IV – Programação

DISCURSO, CORPO, EQUÍVOCO
Coordenação: Nádia Régia Maffi Neckel (UNISUL)

Sejam quais forem os modos de ler o Brasil hoje sempre será inerente a esta leitura a equivocidade. Assim, se por um lado buscamos um modo de ler nosso país nos dias atuais, por outro lado, nos perguntamos sobre como tais modo de leitura marcam nossos corpos? Como os acontecimentos atuais sobre determinam nossos corpos? Corpos-linguagem que sofrem os efeitos deste nosso Brasil hoje, sobretudo os corpos negros, os corpos LGBTQI +, os corpos mulheres, os corpos favela…
Por isso mesmo, o gesto de leitura do Brasil hoje é tão importante e necessário. Tomamos no eixo “Discurso-Corpo e equívoco os gestos de leitura como gestos, “atos no nível simbólico”, como propôs Pêcheux. Atos que se dão pela via da resistência. Nos tempos de nosso Brasil atual, a arte e o pensar intelectual precisam cumprir seu papel político, seu papel de re-existência, empreitada incontornável dos corpos em sua equivocidade.

Programação do Eixo Temático:

TRABALHOS DO SIMPÓSIO
Coordenação: Mariana Cestari e Ramayana Lira
05/11 = 17h

No Banzeiro dos sentidos: o discurso evangélico fundamentalista e a homoafetividade          
Luiz Carlos Martins

Afirmação de gênero como conversão de sexualidade: pensando a equivocidade nas alterações corporais   
Beatriz Pagliarini Bagagli

Dos equívocos da cisnormatividade à resistência dos/sobre corpos trans, um objeto paradoxal
André Cavalcante

A corpografia da dor como ins(es)crituração subjetiva
Aline Bedin Jordão

Negro Bonifácio, os sentidos discursivos da baranquitude sobre corpos negros
Everton Rogério da Silva Corrêa

Luta por quem?              
Isaac Costa

Suplentes:

Suplente 1:
Quando a ausência se faz presença: o (funcionamento do) corpo em intervenções artísticas na pandemia
Bruno Arnold Pesch

Suplente 2:
A significação dos corpos estrangeiros no Brasil hoje
Camila Borges dos Anjos

TRABALHOS DA SESSÃO DE PÔSTER
Coordenação: Débora Massmann, Dilma Juliano e Juliana da Silveira
Exposição em sala virtual durante todo o evento

A (des)construção de uma posição-sujeito presidenta pela mídia                        
Carolina Leoni Fagundes

A equivocidade nos sentidos do corpo gordo                  
Nadiége do Socorro Anselmo Nobre Melo

A resistência do corpo como discurso
Anderson de Almeida Santos

As Confissões de Leontina: da ausência identitária à estratificação do corpo patriarcal
Elizangela Ataíde de Souza Morais

“Brincar é coisa séria”: a medicalização, a brincadeira e o corpo brincante no documentário Tarja Branca
Rita Gabriela Moreira Gomes
Aline Fernandes de Azevedo Bocchi

Cartas de despedidas: o Corpo,  o (des)espaço e o(O)utro                       
Patricia Aparecida da SIlva

Corpo e rua: movimentos e(m) tensão
Thaís Zorzela

Discurso e corpo: as marcas do bullying em sujeitos do ensino médio
Thaís Silva Marinheiro de Paula

Identificações de gênero e o neoliberalismo: a mulher no discurso empresarial                          
Raquel Noronha

Investigações sobre o vínculo entre violência e humor na reprodução da violência de gênero
Bruna Vitória Tejada

Memórias de mulheres mortas pelo covid-19: o luto como ato político na arte
Emily Smaha da Silva

Menino 23: língua e testemunho no acontecimento de infâncias roubadas     
Gustavo Kirchner Ferreira

Mulheres muçulmanas em Foz do Iguaçu: preconceito e seus efeitos
Fernanda Pereira

“Mujeres echa pa’lante”: sentidos de e sobre mulheres venezuelanas refugiadas no Brasil
Sabrina Sant’Anna Rizental

O ‘dizer’ do corpo na performance através da análise do discurso                        
Lucélia Gonçalves da Silva
Cristina Zanella Rodrigues

O corpo e as indistinções de sentido na pandemia
Mariana Garcia de Castro Alves

O Corpo-imagem da mulher negra brasileira na perspectiva das diretoras dos filmes: KBela, Praça Paris e A Boneca e o Silêncio
Débora Grezele Espit

Os efeitos de sentidos do corpo negro feminino: no anúncio de lingerie da Duloren na favela
Eliane Mosquezi

“Punheta guiada: MC Melody (PT1)”:  o corpo infantil hipersexualizado e a naturalização do discurso da pedofilia virtual                 
Ana Beatriz Silva Brandão de Souza
Valesca Soares Consolaro

Sujeito e sentido no borbulhar fílmico: o discurso cinematográfico no/do espaço urbano
Junior Laurentino

Um olhar para o feminicídio no cinema e audiovisual brasileiro
Ariane Costa Derner

%d blogueiros gostam disto: